top of page
CONPECT (Post para Instagram (Quadrado)) (2).png

Seção de apresentação de trabalhos

III CONGRESSO NACIONAL DE PRÁTICAS EM ENSINO, CONSERVAÇÃO E TURISMO - CONPECT 2023

Serão disponibilizadas para acesso e diálogo os vídeos de apresentação de resumos e trabalhos completos aceitos para a para publicação nos anais. Interaja com os colegas deixando recados para eles nos vídeos ou na área de transmissão da Even3.

TURISMO DE OBSERVAÇÃO DE AVES NO PARQUE NACIONAL DO VIRUÁ - RORAIMA

TURISMO DE OBSERVAÇÃO DE AVES NO PARQUE NACIONAL DO VIRUÁ - RORAIMA

Trabalho apresentado por Jordana de Souza Cavalcante durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: Turismo de Observação de Aves é um segmento que tem crescido cada vez mais no país. O Brasil vem atraindo milhões de visitantes de todo o mundo. A segmentação, por poucos conhecerem, é considerada dentro dos segmentos turísticos, uma das atividades menos impactante, quando se trata das questões ambientais e ainda traz benefícios econômicos para a população. Atraídos por uma grande biodiversidade, o trabalho tem por objetivo apresentar um inventário de aves do Parque Nacional do Viruá em Caracaraí – Roraima, um dos principais destinos turísticos da segmentação de aves no norte do Brasil. O Brasil é um país de riquezas naturais e Roraima, um estado localizado no norte do país atrai muitos turistas e com a observação de aves, e sua rica região proporciona mais uma opção para o visitante. Dentre as Unidades de Conservação existentes em Roraima, o Parque Nacional do Viruá se destaca nesses cenários ricos em biodiversidade da região norte. Cada vez, vem crescendo o número de registros de aves efetuados por vários observadores de todo o mundo. Para realizar a pesquisa utilizou-se, de documentos coletados no wikiaves, guia turísticos de aves de Roraima, documentos do PARNA Viruá bem como informações de guias de turismo especializado em turismo de observação de aves da região. O estudo trouxe um maior entendimento sobre as aves existentes na região. Com isso, os procedimentos utilizados neste estudo contribuíram significativamente para o conhecimento do turismo de observação de aves na região. Espera-se desta maneira contribuir para o maior entendimento sobre as espécies existentes na região para a prática do turismo de observação de aves. Desta forma, o estudo contribui para um conhecimento da biodiversidade de aves no turismo observação de aves de Roraima, e mais informações para o e turistas e profissionais da área que viajam em busca de novas espécies de aves e praticam o turismo de observação de aves. Palavras-chave: Observação de Aves. Turismo. Unidade de Conservação. Parque Nacional do Viruá.
TURISMO NO MONTE RORAIMA E INTEGRAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA

TURISMO NO MONTE RORAIMA E INTEGRAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA

Trabalho de Jordana de Souza Cavalcante apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: O estudo visa compreender como o turismo na tríplice fronteira Brasil, Venezuela e Guiana se beneficia de sua localização na integração transfronteiriça por meio do PARNA Monte Roraima. Localizada na fronteira, a 2.810 metros de altitude, uma das trilhas do Monte Roraima, é um marco das três fronteiras, divididas em 5% do Brasil; 85% da Venezuela e 10% da Guiana. Um dos produtos turísticos mais famosos do norte do Brasil em termos de marketing internacional. Para a realização deste estudo, foi considerada a seguinte questão: Como ocorreu o processo cooperativo tripartite (ou não) da integração transfronteiriça do Monte Roraima? Para responder a esta questão, o estudo aborda fatores da literatura sobre a geográfica e integração turística transfronteiriça. O estudo faz uma abordagem qualitativa exploratória e aprofundada sobre o produto turístico do Monte Roraima na tríplice fronteira latino-americana no norte do Brasil. O estudo evidência a localização geográfica e produto turístico, a abordagem se encaixa na virada institucional na geografia que destaca o papel das instituições, tanto as convenções socioculturais implantadas quanto a organização administrativa, para alcançar o desenvolvimento (AMIN E THRIFT, 1994). Por modelos conceituais de integração transfronteiriça, onde existe um campo de pesquisa que se concentra ao desenvolvimento de produtos turísticos, gestão de partes interessadas em trilhas e experiências dos visitantes (MASON E O'MAHONY, 2007; QUINLAN CUTLER, CARMICHAEL E DOHERTY,2014; MACLEOD, 2017). Sobre a fronteiras aberta, tipos de interação transfronteiriça e atratividade das fronteiras, vê a cooperação transfronteiriça regional baseada em parceiros como forma que beneficiam as fronteiras (MARTÍNEZ,1994; TIMOTHY, 1995, 1999; VAN HOUTUM,2000). Conclui-se que barreiras relacionadas à fronteira permanecem, mesmo nas boas relações do turismo entre Brasil e Venezuela. Por outro lado, para Venezuela e Guiana, há conflitos geopolíticos que desencadeiam acordos que possam integrar os países. Portanto, há um potencial inexplorado para o turismo na Guiana, pois existe apenas geograficamente e não há integração entre os países da tríplice fronteira. Palavras-chave: Turismo. Integração. Transfronteiriço.
A CONTRIBUIÇÃO DE JOHN DEWEY (1859-1952) PARA O ENSINO DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

A CONTRIBUIÇÃO DE JOHN DEWEY (1859-1952) PARA O ENSINO DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Trabalho de Daniela Resende de Faria e Priscila Pereira Coltri apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: EIntrodução: As mudanças do clima se apresentam de forma cada vez mais evidente no cotidiano e suas consequências se manifestam em problemas cuja resposta não será obtida por uma única área de conhecimento. A natureza complexa das mudanças climáticas representa um desafio aos docentes de todo país, acentuadamente no Ensino Médio, uma vez que seus efeitos são cada vez mais notórios, a compreensão dos conceitos, de forma crítica e reflexiva, pode desencadear ações de mitigação e resposta mais assertivas a tais desafios. Uma das premissas do pensamento crítico-reflexivo é que, embasada do conhecimento científico, a pessoa é capaz de refletir em direção à tomada de decisão e à ação. Para tanto, a adoção de abordagens ativas de ensino e aprendizagem, em caráter interdisciplinar, capazes de fomentar a reflexão crítica dos estudantes acerca dos conceitos relacionados à mudanças do clima podem representar uma importante estratégia na promoção do papel protagonista a ser assumido pelos estudantes na sociedade, haja vista que eles serão aqueles responsáveis pela tomada de decisões. Dessa forma, o papel da educação é fundamental, sendo já destacado pelo ODS 13 (Ação contra a mudança global do clima, em especial 13.3 (Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce da mudança do clima). O objetivo deste estudo foi averiguar como as discussões de John Dewey (1859-1952) acerca do processo de construção do pensamento crítico-reflexivo podem contribuir para a educação em mudanças climáticas, na etapa do Ensino Médio. Como metodologia, realizou-se uma revisão integrativa da literatura das obras “Como pensamos” e “Experiência em Educação”, de John Dewey, escolhidas mediante a pergunta norteadora “Quais pensadores da educação que discutem a construção do pensamento crítico-reflexivo e que podem oferecer contribuições acerca de abordagens pedagógicas para a educação em mudanças climáticas?”. Com base nesta questão, chegou-se, como amostragem, às obras selecionadas. Como resultados, destaca-se que John Dewey sublinha (1) a necessidade da escola se aproximar da realidade dos estudantes, (2) por meio de componentes curriculares capazes de trabalhar de maneira integrada, dinâmica e interdisciplinar, para (3) trazer experiências que propiciem o diálogo crítico e reflexivo entre os conhecimentos prévios e os que se intenta construir, para que os estudantes sejam capazes de chegar à conclusões que, por sua vez, elucidem a compreensão do problema. Conclusões: A revisão integrativa das obras do autor aqui destacadas pode ser uma ferramenta utilizada para embasar propostas práticas para a educação em mudanças climáticas, uma vez que o tema faz parte da realidade dos estudantes, é um tema complexo, demandando propostas que possam ser aplicadas em contextos da sala de aula.
O IMOBILIÁRIO TURÍSTICO EM BARRA GRANDE MUNICÍPIO DE CAJUEIRO DA PRAIA/PI: INFLUÊNCIAS DO TURISMO...

O IMOBILIÁRIO TURÍSTICO EM BARRA GRANDE MUNICÍPIO DE CAJUEIRO DA PRAIA/PI: INFLUÊNCIAS DO TURISMO...

Trabalho de Leonardo José da Silva Costa e Edson Osterne da Silva Santos apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: O turismo na contemporaneidade tem desempenhado um papel de importância significativa na economia mundial, tendo resultados relevantes ao se tratar do mercado internacional de bens e serviços, se apresentando como alternativa ao desenvolvimento socioeconômico. Com relação ao turismo no Nordeste brasileiro, sabe-se que essa região ocupa um lugar de destaque principalmente na sua porção litorânea, na qual ainda existem localidades com potencialidades de ampliarem a sua participação e se desenvolverem em decorrência da atividade turística, o que pode resultar na inserção destas localidades no contexto do turismo nacional e internacional. O turismo de segunda residência é um fenômeno até então pouco estudado, mesmo que seja uma prática secular, como consequência as transformações socioespaciais a qual este tipo de turismo se instala tornam-se pouco conhecidas. Nesse âmbito cada vez mais são construídos imóveis com o propósito de segunda residência, resultando em diversas mudanças espaciais, econômicas e culturais. A comunidade Barra Grande situada no município de Cajueiro da Praia, no litoral do Estado do Piauí, a partir da década de 2000, teve o turismo como um dos principais agentes transformadores do seu espaço geográfico, em decorrência principalmente da presença de ventos alísios ideais para a prática do Kitesurf, o que possibilitou uma mudança nos paradigmas do local, que antes era uma vila tradicional de pescadores, atualmente na comunidade, desenvolveram-se diversos tipos de infraestrutura com vistas a atender a demanda do turismo, notando-se assim o surgimento e a expansão de hotéis, pousadas, resorts além das segundas residências. O objetivo deste trabalho consistiu em compreender a organização espacial, a modificação da paisagem e as repercussões socioespaciais na comunidade de Barra Grande, a partir da difusão do turismo de segunda residência. Para os fins metodológicos adotados, a pesquisa configurou-se como de caráter descritivo e exploratório, com abordagens do tipo Qualitativa e Quantitativa, empregando técnicas de coletas de dados como a Pesquisa bibliográfica e documental em órgãos e Instituições ligadas ao Turismo e a Construção Civil. Da justificativa e benefícios resultantes da pesquisa, o respectivo trabalho busca fornecer a geração de informações que possam ser úteis aos Gestores Públicos, Empresas e Sindicatos de Construção Civil e de Hotelaria, e podem explicar os possíveis impactos resultantes deste tipo de turismo na comunidade.
AUTORREGULAÇÃO DA APRENDIZAGEM: ORGANIZANDO O APRENDER
TRANSFORMANDO O APRENDIZADO EM EXPERIÊNCIAS SIGNIFICATIVAS: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE ECO...

TRANSFORMANDO O APRENDIZADO EM EXPERIÊNCIAS SIGNIFICATIVAS: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE ECO...

Trabalho de Gercimar Martins Cabral Costa apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: O presente trabalho propõe-se apresentar uma abordagem prática e interativa a ser desenvolvida no ensino de ecoturismo além do contexto de ensino tradicional em sala de aula. Apesar do crescente interesse e demanda pelo setor de ecoturismo, muitas instituições de ensino ainda adotam uma abordagem teórica e desatualizada em sua formação, deixando os alunos despreparados para enfrentar os desafios e inovações do mercado de trabalho. Uma abordagem prática e inovadora no ensino de ecoturismo, que inclua recursos tecnológicos e atividades em campo, pode levar a uma formação mais completa e efetiva de profissionais qualificados, capazes de atender às demandas do mercado de trabalho e contribuir para o desenvolvimento sustentável do setor de ecoturismo. O objetivo foi proporcionar uma experiência prática, que desenvolva competências e habilidades essenciais para a atuação com ênfase na conscientização ambiental, preservação da biodiversidade e práticas sustentáveis, através de uma abordagem multidisciplinar e interativa, que visa formar profissionais capazes de planejar, gerenciar e conduzir atividades de ecoturismo de forma responsável e segura, promovendo o desenvolvimento econômico e social das comunidades locais. Optou-se pela pesquisa bibliográfica por meio de livros e artigos científicos para fundamentação teórica e pesquisa de campo, com visitas técnicas e entrevistas com autoridades locais e observação direta de atrativos turísticos. Os resultados obtidos fundamentam que a metodologia de ensino é fundamental para o desenvolvimento de novas habilidades de forma a proporcionar maior contato com a área de atuação profissional, sendo fundamental o conhecimento teórico, mas primordialmente o contato com a prática vivencial. Conclui-se que a realização de visitas técnicas, palestras com profissionais do mercado, estudos de casos e simulações de situações reais possibilitam experiências significativas na formação e corroboram para o desenvolvimento de novas competências profissionais, visando promover o diálogo e a conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente e da cultura local.
TURISMO DE EXPERIÊNCIA EM TRILHAS COM CACHOEIRAS: EXPLORANDO A NATUREZA DE FORMA ÚNICA E AUTÊNTICA

TURISMO DE EXPERIÊNCIA EM TRILHAS COM CACHOEIRAS: EXPLORANDO A NATUREZA DE FORMA ÚNICA E AUTÊNTICA

Trabalho de Gercimar Martins Cabral Costa apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: O turismo de experiência em trilhas com cachoeiras tem se tornado uma das atividades mais procuradas por turistas em busca de contato com a natureza e experiências únicas. A combinação de caminhadas em meio à mata, com a possibilidade de banhos em cachoeiras, é um convite irresistível para quem busca se desconectar da correria urbana e renovar as energias. Neste artigo, exploraremos as possibilidades deste tipo de turismo e sua importância para a promoção do desenvolvimento sustentável. O objetivo visa apresentar o turismo de experiência como uma forma sustentável, com práticas de gestão e preservação das áreas naturais, bem como a importância da educação ambiental para a conscientização dos turistas e da população local sobre a importância da conservação da biodiversidade e dos recursos naturais. Optou-se pela revisão bibliográfica sobre o turismo de experiência, buscando informações sobre a história, características, benefícios e desafios dessa atividade. Além disso, foram realizadas entrevistas com guias turísticos, profissionais de turismo, autoridades locais e membros da comunidade, a fim de obter informações sobre as práticas de gestão e preservação das áreas naturais desenvolvidas. A metodologia de pesquisa será complementada por visitas técnicas às áreas naturais objeto de estudo, a fim de observar diretamente as práticas de gestão e conservação e os impactos do turismo na região. A pesquisa realizada revelou que o turismo de experiência apresenta diversos benefícios para a conservação da natureza e o desenvolvimento das comunidades locais. As práticas de gestão e preservação das áreas naturais são fundamentais para garantir a conservação da biodiversidade e a qualidade da experiência dos turistas. A presença do turismo em áreas naturais pode gerar empregos e renda para as comunidades locais, além de promover a valorização da cultura e das tradições locais. No entanto, o turismo também pode trazer desafios, como a pressão sobre os recursos naturais, a degradação ambiental e a descaracterização cultural. A pesquisa revelou a importância da cooperação entre os diversos atores envolvidos no turismo, incluindo gestores públicos, empresas de turismo, guias turísticos e comunidades locais, para garantir a sustentabilidade da atividade. Conclui-se que o turismo de experiência em trilhas com cachoeiras pode ser uma oportunidade única para conhecer a natureza e a cultura local de forma autêntica e responsável, promovendo o desenvolvimento sustentável das regiões onde é praticado.
PLATAFORMA TECNOLÓGICA PARA APOIO À GESTÃO DE EGRESSOS DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PLATAFORMA TECNOLÓGICA PARA APOIO À GESTÃO DE EGRESSOS DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

Trabalho de Geraldo Ranthum e Guataçara dos Santos Junior apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumo: As constantes transformações que vêm ocorrendo no cenário mundial impõem às Instituições de Ensino Superior (IES), investigarem os resultados produzidos pelos seus programas de ensino de modo a acompanharem a realidade dos diplomados, a fim de verificarem se, os egressos dos diferentes níveis de ensino que ofertam, poderão atender às demandas do mercado de trabalho e da sociedade relacionadas à qualidade educacional e profissional. Há consenso entre os pesquisadores sobre a importância das IES manterem o relacionamento com seus acadêmicos após concluírem seus cursos, uma vez que estes tornam-se um ativo valioso destas. Da mesma forma, concordam que, a qualidade na formação deste acadêmico, contribui para a qualidade das IES formadoras projetando o seu nome para além das fronteiras onde estão localizadas. Ante o exposto, o objetivo deste trabalho é apresentar a Plataforma Egressos, uma ferramenta tecnológica desenvolvida para o acompanhamento de egressos da Pós-Graduação Stricto Sensu visando apoiar as atividades de gestão deste nível de ensino nas IES. Para dar suporte à atividade de acompanhar os egressos, uma das principais ferramentas a serem exploradas são os sistemas informatizados pois os mesmos, viabilizam a interação dos ex-alunos com as universidades proporcionando opinarem sobre o ensino recebido nas mesmas, evidenciando suas potencialidades e, de outra forma, apontarem suas eventuais deficiências. A estratégia metodológica adotada para o desenvolvimento da plataforma foi composta pelas etapas de revisão sistemática de trabalhos correlatos, análise de portais de egressos e mapeamento de funcionalidades, permitindo identificar as ações de acompanhamento de egressos adotadas pelas IES, sendo estas etapas fundamentais no processo de validação dos requisitos da plataforma demonstrando a convergência entre estes e as etapas citadas. A Plataforma Egressos foi desenvolvida de modo a possibilitar sua utilização por todas as IES brasileiras interessadas na temática mediante ajustes pontuais do software às Tecnologias da Informação de cada Instituição. Dessa forma, a Plataforma Egressos possui funcionalidades tais como, extração de informações do sistema acadêmico das instituições e dos Currículos Lattes sem a necessidade de acessar o site do CNPq, análise de indicadores, avaliação de dados de pesquisas, análise da evolução acadêmica e profissional dos egressos que visam contribuir com as tarefas de gerenciamento dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu do Brasil.
A IMPORTÂNCIA DA PAISAGEM COMO FERRAMENTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A IMPORTÂNCIA DA PAISAGEM COMO FERRAMENTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Trabalho de Edson Osterne da Silva Santos e Leonardo José da Silva Costa apresentado durante o 3º Congresso Nacional de Práticas em Ensino, Conservação e Turismo, CONPECT, realizado entre 17 e 19 de Junho de 2023. Resumos: As paisagens fazem e são parte da Educação Ambiental, com base nessa afirmação esse trabalho tem por objetivo apresentar uma análise que leve em conta o conhecimento da Geografia a respeito da Educação ambiental junto ao conceito de paisagem com foco em ferramentas de aprendizagem. A metodologia contemplada tem caráter descritivo, com abordagem qualitativa, com a finalidade de comparar os instrumentos usados para a compreensão do meio ambiente dentro das escolas na formação de professores de Geografia. A pesquisa consiste em um levantamento bibliográfica, juntamente a pesquisa documental e a análise da organização estrutural da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), sobre paisagem e questões ambientais no ensino de Geografia. Desse modo, o problema da pesquisa consiste em dizer: quais seriam às principais estratégias de ensino para trabalhar o conceito de paisagem com foco na sensibilização social sobre o meio ambiente? A resposta deste questionamento demanda tempo e espaço de planejamento. Os resultados e discussões dessa pesquisa apontam que as atividades práticas trazem uma sensibilização maior sobre o meio ambiente, visto que podemos trabalhar com o conceito de paisagem em todos os níveis: fundamental ao superior, mas é valido lembrar que por meio das limitações podemos observar as adaptações que podem ser aplicáveis a cada contexto vivenciado. O professor(a) tem total autonomia para mudar a dinâmica das aulas, trazendo como exemplos: aulas de desenhos, de vídeos, seminários, de produção textual e dentre outros, o mais importe é que na medida a qual o educador desenvolve essas estratégias de aulas, propicia aos alunos a capacidade de desenvolver suas diferentes habilidades e competências como bem trabalhado na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), outro ponto observado é a cooperação da construção de trabalho em grupo, mas todas essas estratégias de ensino só se torna ainda mais possível tendo apoio financeiro. As considerações finais indicam que as paisagens fazem realmente parte da Educação Ambiental, podendo ser compreendidas de diferentes estratégias e caminhos de aprendizagens, mesmo com as dificuldades encontradas no processo, vemos que o papel dos professore(a)s são fundamentais para essa realização bem como o apoio financeiro por uma maior valorização do ensino.
bottom of page